Parente de Seedorf falece, mas o jogador superou e teve sua atuação em campo elogiada por Oswaldo

Seedorf viveu uma semana difícil antes do clássico contra o Fluminense quando fez sua estreia em 2013. O holandês correu o risco de não entrar em campo no domingo. O jogador recebeu a notícia de que sua avó havia falecido no Suriname e ficou abalado. Não foi ao treino na terça-feira e também não conseguiu ir ao sepultamento. Na quarta, fez uma atividade sozinho em General Severiano. O problema quase atrasou o planejamento do holandês, que já havia se reapresentado depois dos demais companheiros para o trabalho de pré-temporada.

Após a partida contra o Fluminense, Oswaldo elogiou Seedorf mas disse que será preciso ter paciência para que o jogador consiga chegar no melhor de sua condição física.

– O Seedorf é de um astral incrível, tem o poder de transformar o ânimo do time. Está se preparando, temos que respeitar e não ficar ansiosos. Precisa progredir. Ele tem vontade, e às vezes tem mais força no coração do que nas pernas – disse o treinador.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em botafogo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s